Comunicado de imprensa

Esclarecimento sobre as paralisações e greve dos trabalhadores do Metro

10.06.2022

Passageiros no Metro

De março a maio de 2022 foram efetuadas pelos trabalhadores da área da operação, maquinistas e chefias, um total de 8 greves parciais entre as 05h00 e as 09h00.

Além das greves referidas, nos meses de maio e junho, foram, ainda, apresentados pré-avisos de greves ao trabalho suplementar e aos eventos especiais. O Metropolitano de Lisboa lamenta os incómodos e transtornos que estas greves causam aos cidadãos na cidade de Lisboa e concelhos limítrofes.

No dia de ontem foi apresentado um novo pré-aviso de greve de 24 horas, no dia 26 de junho de 2022, para todos os Trabalhadores.

Neste contexto, o Conselho de Administração do Metropolitano de Lisboa entende que se impõe um esclarecimento:

a) A Empresa tem vindo a negociar com as Associações Sindicais da área da operação um conjunto alargado de matérias, nomeadamente em relação ao número de trabalhadores chefias e guarnecimento dos postos de trabalho, aos recrutamentos internos e à forma de organização de trabalho dos maquinistas;

b) Entre essas matérias incluem-se:
i) a não atribuição de tarefas de condução nos primeiros 15 minutos da entrada e reentrada dos períodos normais de trabalho, diminuição das circulações em vazio sem passageiros e regime especial da sua contabilização em tempo de tripulação;
ii) maior flexibilidade nas trocas de serviços e alteração de férias, forma de contabilização e valorização dos quilómetros percorridos.

c) As negociações foram evoluindo, tendo a Empresa apresentado uma proposta final, que considera ir de encontro às pretensões dos trabalhadores. No entanto, infelizmente, a proposta não teve acolhimento favorável por parte das Associações Sindicais, aguardando a Empresa o envio de contraproposta, por forma a ultrapassar o impasse;

d) Paralelamente a este processo negocial relativo às greves, têm sido realizadas reuniões periódicas entre a Empresa e as Associações Sindicais, no âmbito do processo de negociação coletiva/2022, tendo sido apresentada pela Empresa uma proposta negocial que contempla um aumento da tabela salarial e a prorrogação por mais um ano da vigência do Acordo de Empresa, ou seja, uma vigência alargada até 31 de dezembro de 2025, salvaguardando-se os interesses e direitos dos trabalhadores;

e) A prorrogação da vigência tinha sido colocada pelas Associações Sindicais, como condição essencial para a continuação das reuniões referentes ao processo negocial/2022 em clima de diálogo e consenso.

A Empresa mantém-se disponível ao diálogo e à procura de soluções conjuntas de melhoria das condições de trabalho e de remuneração, mantendo o seu empenho no aumento de efetivos indispensável à operação e à expansão e modernização da sua rede de transporte.

O Metropolitano de Lisboa tem procurado ativamente soluções, apela à ponderação das propostas realizadas e mantém a disponibilidade para a construção de uma solução que sirva ambas as partes. Só assim conseguiremos salvaguardar os interesses dos Trabalhadores, que são o maior ativo da Empresa, contribuindo para o seu crescimento, por forma a prestar um melhor serviço aos nossos Clientes.

km de rede

Contactos para assessoria de imprensa

N.º Ref.: 36_PR

Metropolitano
de Lisboa
Helena Taborda
962 408 939 – helena.taborda@metrolisboa.pt
LPM Gonçalo Santos
961 571 727 – goncalosantos@lpmcom.pt
LPM Patrícia Fernandes
939 348 773  – patriciafernandes@lpmcom.pt

 

Estação Cidade Universitária já tem acessibilidade plena

Estação Cidade Universitária já tem acessibilidade plena

Comunicado de imprensa Créditos das imagens: Renata Pessoa/Metropolitano de Lisboa © 2021 Inaugurados 3 elevadores A estação Cidade Universitária do Metropolitano de Lisboa passou a dispor de três elevadores, que permitem fazer a ligação entre a superfície e o átrio...

Inauguração de elevadores da Estação Cidade Universitária

Inauguração de elevadores da Estação Cidade Universitária

Nota de agenda Créditos das imagens: Renata Pessoa/Metropolitano de Lisboa © 2021 A estação Cidade Universitária do Metropolitano de Lisboa passará a dispor de acessibilidade plena com a instalação de 3 elevadores e eliminação de barreiras arquitetónicas. A...