Comunicado de imprensa

75 Anos do Metropolitano de Lisboa

27.01.2023

Ministro do Ambiente e Ação Climática, Presidente do Metropolitano de Lisboa e Primeiro Ministro

Carruagem no Terreiro do Paço convida a viagem pelo presente e futuro. Abertura do concurso público do prolongamento da linha Vermelha São Sebastião/Alcântara marca arranque das comemorações.

O Metropolitano de Lisboa deu início às comemorações do seu 75º aniversário com uma sessão realizada esta sexta-feira, dia 27 de janeiro, que contou com a presença do Primeiro-Ministro, António Costa, do Ministro do Ambiente e da Ação Climática, Duarte Cordeiro, do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, e do Presidente do Conselho de Administração do Metropolitano de Lisboa, Vitor Domingues dos Santos.

Para assinalar o 75º aniversário, o Metropolitano de Lisboa inaugurou a exposição “O Metro dá vida à cidade”, patente no interior de uma carruagem instalada no Terreiro do Paço, junto ao Torreão Poente.

Com esta exposição, o Metro convida os seus clientes a revisitar os marcos históricos da empresa, ao mesmo tempo que apresenta a sua aposta no futuro, dando a conhecer os projetos que está a desenvolver no âmbito do seu Plano de Expansão e Modernização.

“O Metro dá vida à cidade” é uma exposição de entrada livre, que pode ser visitada até dia 28 de fevereiro, todos os dias, das 10h00 às 20h00.

Durante a cerimónia foi, ainda, lançada a entrada em circulação do Postal Inteiro da República com o qual os CTT Correios de Portugal homenageiam os 75 anos do Metro de Lisboa.

Linha Vermelha chega a Alcântara em 2026

Nesta sessão, foi ainda lançado o Procedimento de Contratação Pública com Publicidade Internacional de Empreitada de Conceção e Construção da Extensão da linha Vermelha a Alcântara.

Este é um novo passo rumo à concretização deste projeto inserido no Plano de Expansão e Modernização, depois do projeto ter recebido a Declaração de Impacto Ambiental (DIA) favorável, condicionada ao cumprimento dos termos e condições impostas no documento, pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Com uma extensão total de cerca de quatro quilómetros, o prolongamento da Linha Vermelha São Sebastião/Alcântara iniciar-se-á a partir da zona já construída, localizada após a estação São Sebastião, através de um troço em túnel construído junto ao Palácio da Justiça. Ao longo do traçado de túnel de via dupla prevê-se a construção de três novas estações subterrâneas – Amoreiras/Campolide, Campo de Ourique e Infante Santo – e uma estação à superfície – Alcântara.

A conclusão deste prolongamento está prevista para o ano 2026, estando enquadrado no Plano de Recuperação e Resiliência 2021-2026, com um financiamento no montante global de € 405 400 000,00 (quatrocentos e cinco milhões e quatrocentos mil euros).

Enquanto projeto estruturante para a Área Metropolitana de Lisboa, o Plano de Expansão do Metropolitano de Lisboa tem como objetivo contribuir para a melhoria da mobilidade na cidade, fomentando a acessibilidade e a conectividade em transporte público, promovendo a redução dos tempos de deslocação, a descarbonização e a mobilidade sustentável.

Durante o ano 2023, o Metropolitano de Lisboa promoverá diversas ações para celebrar esta data significativa, iniciativas que estão disponíveis em: https://www.metrolisboa.pt/institucional/75-aniversario.

Contactos para assessoria de imprensa

N.º Ref.: 03_PR

Metropolitano
de Lisboa
Helena Taborda
962 408 939 – helena.taborda@metrolisboa.pt
LPM Gonçalo Santos
961 571 727 – goncalosantos@lpmcom.pt
LPM Pedro Rio
961 528 471 – pedrorio@lpmcom.pt

 

Condicionamentos no cais da estação Cais do Sodré até 31 de maio

Condicionamentos no cais da estação Cais do Sodré até 31 de maio

Comunicado de imprensa Créditos das imagens: Renata Pessoa/Metropolitano de Lisboa © 2021 A circulação dos comboios não será afetada O Metropolitano de Lisboa informa que os condicionamentos no cais da estação Cais do Sodré se irão manter até 31 de maio próximo. De...