• Decrease
  • Increase

Roma

Ficha Técnica

 

Horário | 2 átrios

Abertura: 06h30

Fecho: 01h00

 

Rede de vendas

- Máquinas de venda automática

 

Acessibilidade

A estação dispõe de elevadores no átrio sul (sem acesso ao exterior).

Pode consultar a operacionalidade dos equipamentos através do telefone: 21 3500115 ou do email relacoes.publicas@metrolisboa.pt


Interfaces

CP

Fertagus

 

Dados técnicos


Localização
Linha Verde

Av. de Roma, cruzamento com a Av. dos Estados Unidos da América.

Inauguração

18 de junho de 1972

Projeto Arquitetónico: Falcão e Cunha
Intervenções plásticas: Maria Keil


Ampliação / Remodelação 

Átrio Sul – 12 de abril de 2006
Projeto Arquitetónico: Ana Nascimento
Intervenções plásticas: Lourdes de Castro e René Bertholo

Átrio Norte – 20 de outubro de 2006
Projeto Arquitetónico: Ana Nascimento 
Intervenções plásticas: Maria Keil

Pontos de interesse

Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, IP.

Estação dos CTT

Igreja Paroquial Santa Joana Princesa

Junta de Freguesia de Alvalade

Piscina Municipal do Areeiro

REN – Redes Energéticas Nacionais

 

 

Arte na Estação

A estação Roma abriu ao público em 1972 englobada na 4ª fase do 1º escalão de construção da rede, que decorreu entre 1966 e 1972, em termos arquitetónicos e artísticos seguiu as diretrizes globais aplicadas a esse empreendimento, o responsável pelo projeto arquitetónico foi o Arq.º Dinis Gomes e a autora do revestimento em azulejos foi a pintora Maria Keil.

Na estação Roma, segundo as suas próprias palavras, Maria Keil inspirou-se no desenho de uma tijoleira para pavimentos de fabrico industrial. O revestimento criado para esta estação é constituído por módulos com um fundo em matizes de azul sobre o qual se inscrevem arcos de circunferência e linhas diagonais traçadas a branco ou azul claro, originando formas ondulantes marcadas por percursos de linhas quebradas.

A intervenção plástica integrada na renovação/ampliação da estação, concluída a 20 de outubro de 2006,  contou com a colaboração dos artistas, Lourdes de Castro e René Bertholo bem como as consequentes adaptações a realizar por Maria Keil, nos espaços que, por força  da ampliação foram alterados. A responsável pelo projeto arquitetónico foi a Arq.ª Ana Nascimento.

Ler mais

No átrio Norte e acessos existentes houve a intenção de manter as paredes em azulejo da autoria de Maria Keil na maior área possível, visando a preservação e valorização do trabalho da artista neste espaço público.

Na zona ampliada, a sul, a intervenção sobre azulejo de René Bertholo é constituída por 4 painéis colocados lateralmente no cais/átrio a um nível superior, formando volumes ligeiramente salientes das paredes que funcionam como “écrans”.

A intervenção da pintora Lourdes de Castro é constituída por 3 áreas localizadas ao nível do átrio norte e nos dois cais a sul,  onde serão projetadas sombras dos próprios passageiros, resultando numa obra interativa, onde os mesmos funcionam como parte integrante e figuras de eleição.

 

© 2012 Metropolitano de Lisboa, E.P.E.
 Mapa do Site    Simbolo da acessibilidade na webD