O Metro inicia, no dia 03 de setembro,  o plano de melhoria e modernização das acessibilidades da estação Baixa-Chiado.

A partir deste dia, o primeiro lanço de escadas de acesso ao Largo Luís de Camões na estação Baixa-Chiado fica faseadamente fora de serviço, para processo de substituição integral dos equipamentos mecânicos.

Por forma a minimizar eventuais constrangimentos e incómodos causados, será sempre mantido o funcionamento de uma escada rolante no sentido ascendente (subida). Em alternativa, o fluxo descendente de passageiros terá de realizar-se através da escadaria pedonal.

Esta obra enquadra-se no Âmbito do Plano de Desenvolvimento Operacional da Rede e será a primeira de quatro intervenções a realizar na totalidade das escadas rolantes em funcionamento no acesso Poente da referida estação.

Esta intervenção tem data prevista de conclusão para o final do corrente ano e a segunda fase para final do 2º semestre de 2019.

Dados gerais dos trabalhos em curso:

Obra a cargo de: Metropolitano de Lisboa E.P.E
Empreiteiro: ThyssenKrupp
Total de investimento: 1.5 M€

Motivo:

Atendendo à idade dos equipamentos (20 anos) e a uma utilização intensiva – a Baixa-Chiado é uma das estações mais utilizadas no Metro, verifica-se um notório desgaste nos equipamentos que importa corrigir.
Acresce ainda a necessidade de modernizar o sistema deste equipamentos.