A estação Encarnação (linha Vermelha) recebe um projeto da artista plástica belga, Françoise Schein, denominado  “Mapeamento Inacabado do Conhecimento”.

Esta obra é uma continuação da arte presente na estação Parque (linha Azul), cujos trabalhos  remetem para a temática dos Direitos Humanos e para os grandes descobrimentos marítimos portugueses.

Em 1995, Françoise Schein juntamente com a arquiteta americana Elaine Monchak criaram um projeto de arte e arquitetura denominado “O Café Cartográfico” que deveria ter sido instalado por cima da estação Parque.

Este projeto incluía uma parede de esculturas sobre a história das grandes descobertas da humanidade, que na altura não puderam ser concluídas.

Agora as esculturas têm uma nova casa, estando instaladas na estação Encarnação, numa espécie de segunda vida que a artista chama “Reencarnação”.

Estes trabalhos poderão ser vistos na Estação Encarnação a partir de dia 15 de setembro, numa estrutura criada para o efeito, localizada na zona paga do átrio da estação (entrada sujeita a validação de título de transporte).

Estação: Encarnação
Zona paga (sujeito a compra de título de transporte) 

Data: a partir de 15 de setembro de 2022

Horário: das 06h30 às 01h