Arte
Odivelas
Estação Aeroporto: de 18 a 22 de Outubro o Espaço informação encontra-se aberto das 08:30h às 14:00h.

Odivelas

O Arq.º Paulo Brito da Silva carateriza a sua obra referindo ”como qualquer obra arquitetónica, que só existe após se ter construído, a estação resultou da adaptação, em projeto e em obra, às diferentes soluções de praça e de interface que foram surgindo, até se transformar num paralelepípedo em betão aparente, pontuado por “chaminés” na cobertura”. Estas “chaminés”, sublinha, “constituem um sistema de ventilação natural, dispensando os habituais meios de ventilação mecânica, que também admite luz amarela, vermelha ou azul, conforme a hora, o dia, o mês ou as condições climatéricas”.

A intervenção plástica de Álvaro Lapa, denominada Lâmina, “é um série de estudos aumentados e passados a cerâmica tendo como motivo a representação do corpo propriocetiva e simbólica”. Para o artista “é simbolizado conscientemente, é o devir animal”. Álvaro Lapa insiste sobre a representação porque “a sua presença me garante a evocação do maravilhoso. Nenhuma outra perspetiva me compensa da perda de tal sentido. De constatar que Lâmina é anagrama de Animal”.

Arquitetura

Paulo Brito da Silva, 2004

Arte

Álvaro Lapa, 2004