Escolha uma Página


No âmbito do Plano de Desenvolvimento Operacional da Rede, o Metro dá início ao plano de trabalhos previstos para o projeto de reabilitação da estação Arroios.
No dia 19 de julho o Metro encerra a estação de Arroios para obras de reabilitação.
Esta intervenção em Arroios é fundamental para o Metro poder prestar um melhor serviço, sobretudo a quem regularmente utiliza a linha Verde.

[accordion collapse=”yes”] [panel title=” Dados gerais da obra ” ] Obra a cargo de: Metropolitano de Lisboa E.P.E
Autoria do projeto de engenharia: Ferconsult S.A.
Empreiteiro: Opway Engenharia, S.A.
Autoria do projeto arquitetónico: Arq.º Paulo Brito da Silva
Autoria do projeto artístico: Nikias Skapinakis
Total de Investimento: 7.5 M€ [/panel] [panel title=” Porquê reabilitar Arroios? ” ] Atualmente Arroios é a única estação da rede do Metro que não permite receber comboios de 6 carruagens, o que limita toda a operação da linha Verde. A esta situação, acresce o facto da estação estar envelhecida e desadequada aos padrões de mobilidade e de acessibilidade atuais.

Esta intervenção permitirá um aumento da oferta significativo, em lugares/hora disponíveis, já a partir de 19 de Julho:
– 37% na hora de ponta da manhã
– 128% no corpo do dia;
– 49% na hora de ponta da tarde.

Acima de tudo, será possível, a partir já do dia 19 de julho de 2017, evitar os constrangimentos pontuais que se verificam na hora de ponta da manhã na estação de Cais do Sodré, devido à incapacidade de escoamento dos comboios de três carruagens.

Note-se que a procura no Metro tem vindo a aumentar consistentemente, só na linha Verde e nos primeiros 5 meses do ano cresceu 8,4%.

Esta intervenção é o culminar do plano de reabilitação/ampliação das estações da linha Verde, passando a permitir a circulação de comboios de 6 carruagens em toda a linha Verde. [/panel] [panel title=” Quais são as melhorias previstas no projeto de reabilitação? ” ] – Ampliação do cais de embarque para 105 metros de comprimento para poder receber comboios de 6 carruagens, à semelhança das restantes estações da rede de Metro;

– Garantir a plena acessibilidade da estação, dotando-a de equipamentos mecânicos que permitam o acesso entre a superfície (rua) e ao cais de embarque;

– Modernizar equipamentos, sistemas e instalações, adequando-os aos padrões de mobilidade atuais;

– Embelezamento da estação. [/panel] [panel title=” Para quando a reabertura da estação? ” ] Prevemos abrir ao público a nova estação de Arroios em 2019. [/panel] [panel title=” Alternativas de acesso e transporte à estação Arroios ” ]

Metro:

Estações Alameda e Anjos: a aproximadamente 400 metros de distância da estação Arroios.


Carris:

Em virtude do encerramento da estação Arroios, a Carris reforça o seu serviço na zona de influência da estação através das seguintes carreiras:

Carreiras que fazem a ligação Anjos « » Alameda

 Carreira Percurso  Estações de Metro servidas pela carreira
 708 Martim Moniz «» Parque das Nações Norte Martim Moniz, Anjos, Alameda, Areeiro, Olivais e Oriente
 797 Sapadores « » Sapadores¹ Alameda¹

¹ Carreira prolongada à Alameda, a partir do dia 19 de julho.

Carreiras que servem a estação Alameda:

 Carreira  Percurso
 717 Praça do Chile « » Fetais
 718 ISEL « » Alameda
 720 Picheleira « » Calvário
 735 Hospital Santa Maria « » Cais do Sodré

Carreiras que servem a estação Anjos:

 Carreira Percurso
 712 Sta. Apolónia « » Alcântara
 726 Sapadores « » Pontinha
 730 Picheliera « » Picoas

[/panel] [panel title=” Quais são as principais fases da obra? ” ]

 Fase Breve descrição
 1Encerramento do Acesso Norte/Nascente para início de trabalhos de Ferrovia
 2Encerramento ao público da estação
 3Trabalhos de vistoria e colocação de instrumentação na zona envolvente à estação
 4 ¹Montagem de estaleiros e sondagens. Esta fase implicará:
Desvios de trânsito
Desvios de ocupação de subsolo
 5Trabalhos de contenção de terras (entivações e escoramentos)
 6Trabalhos de demolições, movimentos de terras, picagens de betão
 7Execução de estruturas, argamassas, transferências de cargas
 8Acabamentos, redes de Baixa Tensão, telecomunicações, hidráulicas
 9Montagem de equipamentos e início de ensaios
 10Trabalhos de conclusão da Obra
Reposições
Retirada de instrumentação
Vistorias e ensaios finais
 11Abertura da estação ao público

¹ Fase em curso[/panel][panel title=”Desvios de trânsito previstos na proximidade da estação Arroios” ]


[/panel] [panel title=”A estação contempla alguma nova intervenção artística?” ]Sim. Está previsto integrar ao nível de um dos cais de embarque um painel cerâmico de Nikias Skapinakis, intitulado “Cortina Mirabolante”, criado para esta estação em 2005. Este painel de azulejos é constituído por três peças, num total de 15 m de extensão, tendo sido possível coloca-lo fora dos átrios, de modo a separar-se dos painéis de Maria Keil, numa área proeminente e destacada no centro de um dos cais.


[/panel] [panel title=”Outras informações” ] Para mais informações sobre o projeto de Reabilitação da estação Arroios clique aqui [/panel] [/accordion]