No âmbito do seu projeto cultural de dinamização das estações, o Metro volta a acolher  uma mostra itinerante da Coleção Moderna do Museu Calouste Gulbenkian, nos meses de março a junho.

Subordinada ao tema “Artistas em Viagem”, esta seleção de 10 painéis, que refletem histórias de viagens e viajantes, poderá ser apreciada na estação Baixa-Chiado(março e abril) e na estação Aeroporto (maio e junho).

Sobre o Museu e a exposição:

Estações:
Baixa-Chiado | 2 de março a 30 de abril
Aeroporto | 1 de maio a 30 de junho

Horário:
06h30 – 01h (horário de exploração)

 

Considerado um dos melhores museus de Portugal, o Museu Calouste Gulbenkian transporta-nos do Antigo Egito à arte contemporânea, através de duas coleções distintas: a Coleção do Fundador e a Coleção Moderna.

A Coleção Moderna é considerada a coleção mais completa de arte portuguesa moderna e contemporânea, com mais de onze mil obras no seu acervo, entre pintura, desenho, escultura, gravura, fotografia, instalação, filme e vídeo.

Esta seleção de obras integra o percurso expositivo da Coleção Moderna intitulado Artistas em Viagem, que poderá ser visitado no Museu Calouste Gulbenkian até 31 de julho de 2020, altura em que o edifício da Coleção Moderna encerrará para obras.

O tema “Artistas em Viagem” reflete histórias de viagens e de viajantes. A condição de estar fisicamente e/ou metaforicamente «fora do lugar» e o confronto entre mobilidade e imobilidade são os pontos de partida.